7 de outubro de 2014

Alterações Cardíacas X Tratamento Odontológico

Todo mês a Jaqueline tem consulta odontológica para limpeza (profilaxia) pois junta muito tártaro, e combinamos que pra não juntar faríamos assim.
Diante das mudanças, e devido o quadro de pressão alta dela (que não impossibilita o tratamento por ela não estar agitada), e com a alteração no coração devido essa P.A elevada, a cardiologista entrou com uma medicação pra melhorar essa função pois no exame mostrou : Valva aórtica displásica com insuficiência moderada (saiba mais aqui)

Então, fui orientada a esperar a consulta com a Nefrologista para que ela então diga se precisamos entrar com medicação antibiótica antes de todo atendimento já que no momento da consulta com a cardiologista sequer me lembrei de perguntar e pra ser sincera fiquei tão atordoada mesmo ela me falando que não era nada grave, que nem me passou pela cabeça e nem ela me perguntou.

Essa prevenção é necessária a toda a pessoa que apresente alteração cardíaca. Ainda mais no caso da Jaqueline que sangra a gengiva quando faz a limpeza, então para evitar que qualquer bactéria caia na corrente sanguínea e consequentemente caia no coração se faz necessária essa medida, ainda mais se tratando de válvula, e pode piorar o problema.

Com a receita em mãos, poderei assim remarcar o retorno e continuar o tratamento mensal dela mais tranquilamente. E o bom do medicamento correto que foi passado é que a pressão dela tem se mostrado melhor, pois o padrão de pressão dela são a mínima passando de 10, e o ideal é não passar de 9.

Tem coisas que a gente vai aprendendo. Então vamos fazendo tudo certinho.

Até breve,
Adriana