16 de março de 2015

Cintilografia Renal Dinâmica - DTPA

Conforme o pedido da Nefrologista para investigação da Hipertensão Arterial hoje minha filha fez o exame de Cintilografia Renal Dinâmica. Essa é mais rápida do que a Estática. Foi injetada a medicação radioativa, pediram pra trocar a fralda, (e o ideal é que faça xixi antes de ir à máquina) e ainda bem isso aconteceu porque com a picada, ela fez. A diferença é que ela fica com o acesso.

Em seguida a médica chamou, e ela ficou na máquina parada 40 min. Nos primeiros 20 min eles aplicam diurético. Daí me mandaram tirar o acesso do braço dela, trocar a fralda, ela tinha feito bastante xixi, mas a médica disse que ela teria que estar com a a bexiga mais esvaziada para fazer uma imagem tardia. Daí depois ela não fez mais. Era pra eu ter saído de lá umas 10 da manhã, fiquei esperando, ela só fez bastante eram 13:10, e mesmo assim a bexiga dela ainda estava cheia , e fizeram a última imagem de 1 min.

Correu tudo bem, mas saímos muito cansadas. Os médicos fizeram de tudo pra não colocar sonda pra ela fazer xixi, pois o risco de infecção é maior e com isso acabamos demorando mais pra sair de lá, e esse exame era pra ser mais rápido. Mas como ela tem o tempo dela de fazer xixi, tivemos que ficar um tempão lpa.

 No final de abril saberemos o resultado, juntamente como exame que fez no dia 11 de Cintilografia Renal Estática + os exames de Sangue e Urina que faremos na primeira quinzena de Abril.


 * A cintilografia renal dinâmica de maneira simplista, estuda a função do rim de filtrar o sangue e formar e excretar a "urina radiomarcada", através de imagens sequenciais deste processo, permitindo a análise da dinâmica e excreção renal. O método utiliza-se do radiotraçador DTPA-99 mTc ( ácido dietilenotriamino pentacético marcado com tecnécio 99 metaestável), que após ser injetado na veia é filtrado pelos glomérulos renais em seguida excretado através da via urinária.
  

Cintilografia renal dinâmica ( DTPA-99mTc), tendo como principais indicações:

Avaliação da função glomerular dos rins;

Avaliação da via excretora renal, principalmente nos casos de dilatação do sistema coletor, para diferencial entre processo obstrutivo mecânico ( ex.: estenose de JUP, cálculo) ou estase funcional ( ex.: aumento da complacência);

Em casos de suspeita de hipertensão de etiologia renovascular, quando associado ao teste com captopril e estudo basal;

Avaliação grosseira do fluxo sanguíneo renal;

Avaliação pós - transplante renal;

Como alternativa na avaliação de refluxo vésico - ureto - renal, através da cintilografia miccional indireta ( necessita de controle esfincteriano, ou seja, crianças colaborativas de preferência maiores que 3anos, com função renal preservada e ausência de estase prévia em sistema coletor renal).
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário