15 de dezembro de 2015

Evolução da Jaqueline

16 de novembro

Retorno dela à Fisioterapia! Pelo menos é o que ela pode fazer autorizada pelos médicos, já que não consegue ficar muito tempo sentada porque cansa. Estava afastada desde 29 de abril por determinação médica, da escola continua afastada porque sinceramente não vejo nela condições de ficar horas sentada pelo cansaço que sente e esforço que deve fazer e isso fazer ela ter um gasto calórico maior e podendo perder peso.
Apesar de melhor temos que ficar atentos a isso pois esse cansaço é um conjunto de tudo: Desnutrição que teve, medicações, hipertensão, alteração cardíaca e ainda tem uma haste nas costas, e ao contrário do que pensam se manter sentada e com postura ereta demanda um esforço maior.
Fez todas as avaliações marcadas pelo grupo de paralisias da ortopedia  por uma hipótese cirurgia e de luxação de quadril.

 
Data: 04/12/2015 Reunião Geral - Ortopedia Pediátrica

O médico a examinou perguntou se ela se queixava de algo, eu disse que não. Perguntou se fez rx de quadril, disse que sim. Pediu pra deitá-la e examinou.  Puxa perna dali, abre dali.

- Pelo exame físico e rx o quadril dela está encaixadinho. Não é luxação como suspeitavam.

Ela tem algumas alterações normais para o quadro dela, mas na parte ortopédica ela está bem.

Então a hipótese cirúrgica está descartada!

O que vão fazer é avaliar anualmente pra ver como ela está, até os ossos dela amadurecerem, pois dificilmente uma pessoa na idade dela tem luxação de quadril, e se não apareceu até agora é muito difícil. A não ser que aconteça alguma coisa.

É mais comum em crianças menores ter repetidas vezes por estarem crescendo e desenvolvendo os ossos e precisar de intervenção. E como ela tem escoliose que está controlada pela haste poderia acontecer, mas se não tem e nunca teve, vamos apenas acompanhar. Se ela tiver alguma alteração procurar antes desse intervalo.


18 de novembro

Desde que os exames da Jaque mostraram alteração de potássio, me orientaram a preparar a comida diferente. Tem que desprezar a água do cozimento.
Fora as frutas que tenho que cozinhar, então antes eu fazia um purê com a fruta cozida mas deixava cozinhar com pouca água até reduzir e secar essa água. Ficava mais gostoso. Agora tenho que bater com o suco de laranja do almoço, porque ela tem que comer 3 frutas por dia.

Só que devido a essa preparação dos alimentos, comecei perceber que ela percebeu diferença no sabor, então tive que adaptar e inventar as receitas pra ela comer melhor e diminuir a quantidade de suplemento porque ela estufa. 
Agora dia 17 tem consulta com a Endocrinologista e postarei como foi a última consulta do ano!

Diante de tantas hipóteses, coisinhas que apareceram, arrumamos umas coisas, apareceram outras, enfim, esse ano de 2015 foram muitas idas ao hospital, porque até uma certa idade a Jaqueline não tinha nada da Síndrome de Turner que a prejudicasse. Fiquei apreensiva, depois aliviada, mas ela está bem, isso que importa! Aliás mais sapeca do que nunca! 

Até breve!

Adriana




Nenhum comentário:

Postar um comentário