28 de abril de 2016

Intercorrência Médica no dia 16/04


Acordou com febre de 39°. Há alguns dias está com mau hálito, teve um quadro de dor de garganta e ficou no antibiótico do dia 31/03 até 06/04. E geralmente para de comer, dá cheiro na boca quando tem dor de garganta. Não mediquei e não dei banho para não mascarar nada. Percebo que ela sente dor no corpo. Mas comendo normal. Corri para o Pronto Socorro.
Ficamos o dia inteiro no hospital. O médico examinou-a  Jaque perguntou uma porção de coisas. 
Examinou e disse que estava com a garganta vermelha, mas pediu exame de sangue para esclarecer + medicação adminstrada na veia para baixar a febre e tirar a dor: Dipirona/ComplexoB/Decadron/Ranitidina.

No retorno estava sem febre e melhor. Os exames que ele pediu de Hemograma, vieram com alteração nos Leucócitos o que confirma um quadro infeccioso. A parte renal está normal.
Receitou então antibiótico mais forte: Amoxicilina+ Clavulanato de Potássio (500mg+ 125mg) 1 cáp de 12/12 horas por 7 dias, pois pode ser que ela esteja com alguma bactéria mais resistente e é melhor prevenir alguma pneumonia por exemplo.
Receitou mais dois medicamentos.
Durante o tratamento ela se mostrou bem, depois desse dia não teve mais febre.  
Ela é boazinha, durante o atendimento ficou calma, paciente. Sendo paparicada pela enfermagem, resmungava e chorava se alguém de branco se aproximava.
Ainda bem que dessa vez não parou de comer. Tem recuperado o peso, está cada vez mais sapeca. E ela tira sarro dela mesma: Ficava em casa imitando ela mesma e dizendo: Tadinha! Fez exame? 

Devido a esse quadro infeccioso que passou recebi a recomendação de esperar para dar a vacina H1N1 e não expor ela à bactérias, friagem e vírus.

Mesmo com tudo acontecendo, ela é um amor de menina, e tirei essa foto em casa:

 

Até a próxima postagem!

Adriana

Nenhum comentário:

Postar um comentário