16 de maio de 2016

Consulta com a Neurologista

Hoje a Jaque teve consulta com a Neurologista  Graças a Deus depois do ajuste na medicação ela não teve mais aquelas crises epiléticas esporádicas. Ela manteve a dose do remédio, pediu alguns exames para ver as taxas devido o medicamento. Disse que o medicamento aumenta a quantidade de saliva, mas em relação a gengiva estar mais grossa é algo característico dela, então não se pode atribuir à remédio.
Ela estava visivelmente abatida por conta de tosse, dor no corpo e um pouco febril.
Essa é a segunda consulta dela, na primeira havia me pedido a Ressonância Magnética que ela fez quando pequena, que mostrava o diagnóstico, pois atualmente não seria possível fazer devido a haste na coluna (a rasgaria inteira) Ela virou pra mim e disse: Nunca mais me mostre essas fotos! Fiquei triste agora!
Eu meio sem entender porque ela é super brincalhona.
Ela disse:
Jaque, como você vive? Com uma Ressonância dessa você nem estaria aqui! Como se explica isso?
Ela me explicou que ela teve várias lesões devido a falta de oxigênio, conhece o termo " tiro de garrucha? É como e ela tivesse levado um tiro com uma espingarda daquelas de caça. E ver ela assim entendendo as coisas e bem não coincide com o exame. Eu expliquei que sabia que o caso dela tinha sido grave mas nunca nenhum médico me disse isso. Sabia que as sequelas seriam de não ouvir, não falar, não enxergar porque foi bem perto desses locais e está tudo intacto! Além da parte motora. E essas se mostram  até leves em relação que vejo em outras crianças.
Ela disse: Você não está entendendo mãe! Ela tem lesão na cabeça toda! Nem sei como ela senta! Agora tá explicado porque ela não anda. É muito feio o que vi...
Ela até me disse que as coisas simplesmente aconteceram com a Jaqueline. Que essa coisa de teorizar que é tudo por causa de Síndrome e Paralisia Cerebral é besteira porque muitas coisas podem não ser nem uma coisa e nem outra, é o DNA da pessoa que determina muita coisa que ela possa desenvolver.

Deus sabe o que faz. Ele que nos conduz em dias difíceis... Aqueles que achamos que não tem mais jeito. Ele nos carrega nos braços e nem percebemos! Eu tenho certeza que se a minha filha está aqui é pra mostrar a muita gente que Ele existe!

E quando as pessoas a olham como coitada, eu encho o peito de orgulho por estar com ela e saber tudo o que ela passou! Quando as pessoas acham que é difícil eu digo que duvido que elas suportariam um terço do que ela passou com tamanha valentia!

Às vezes eu mãe dela fico triste porque o caminho é gelado muitas e muitas vezes... Mas olho pra ela e penso que devo ser forte e seguir mesmo doendo pois ela nunca desistiu...A gratidão dela é algo muito lindo, muito raro. Eu ainda acho que ela é um anjo que veio do céu pra cuidar de mim... Ela me entende, me ama incondicionalmente assim como a amo muito.

Adriana Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário