16 de junho de 2016

Consulta com Endocrionologista

As consultas da Jaque não são simples consultas, é um evento.
Antes de acontecer faço relatório pré-consulta, e como essa é com a Endocrinologista o retorno é a cada 6 meses, então tem bastante coisa para passar. E fazer isso adianta muito a consulta, fica mais organizado. Não deixo passar nenhum dado porque muitas decisões deles se baseiam no que eu falo. Então, é muita responsabilidade, pois a consulta não acaba quando saio do consultório. Depois disso tenho que pegar medicamentos, marcar exames, resolver mil coisas.
Mais um medicamento foi receitado. Na verdade seriam dois, mas como o colesterol dela oscila é devido a dieta para ganhar peso, a Nutricionista mexeu no leite dela, manteve o suplemento, e reforçou a aveia e vai observar se melhora por isso não passou remédio. Pelo menos ganhou peso. Agora são 7 medicamentos! (Sinceramente não sei como ela aguenta). A dieta dela é boa, a única gordura que possa justificar o aumento é o leite e o carboidrato que usava no leite. Os demais exames vieram bons, dentro do normal pelo quadro dela, e nada anormal.

Só que não teve escapatória. Como eu optei em a Jaqueline não menstruar induzido (porque naturalmente não acontece devido a Turner), e seria mais um incomodo pra ela com: TPM, dor, cólica, e por usar fralda seriam outros riscos infecciosos à ela, fora que ela não sabe dizer onde dói, o que sente, é muito complicado, pra ela seria mais algo pra incomodar. Então de qualquer forma vai ter que tomar hormônio (Estrogênio) principalmente para a parte óssea dela, pois como ela não se movimenta como as outras pessoas e a densitometria óssea a leitura fica prejudicada devido a haste na coluna não podem arriscar que ela tenha perda de massa óssea e tenha osteoporose, e com esse hormônio previne. E todas as meninas Turner necessitam de tratamento com hormônio, expliquei isso ao meu marido que relutou com o tratamento. Se ela fosse uma menina que só tivesse a Síndrome eu permitiria ela menstruar. Mas ela é cadeirante, então é mais complexo o caso. Então ao invés de entrar com A Progesterona para menstruar+ o Estrogênio, entrou só com o estrogênio.

Solicitaram um retorno mais breve (em 4 meses) para acompanhar de perto como ela está reagindo ao novo tratamento, e se o colesterol melhora. Além disso, exames periódicos como: Densitometria de Fêmur (pra ver se a leitura é melhor da parte da massa óssea), Rx de idade Óssea, Ultrassom Pélvico, Exame de sangue (Eletrólitos, Função Hepática/Pancreática, Lípides, Glicose, Proteínas, Tiróide, Metabolismo Ósseo, Gônadas. E exame de Urina: Creatinina e Cálcio.


Exames, consultas, remédios, mudanças, tratamentos, é muito papel, muita coisa pra fazer, mas não basta ser mãe, tem que ser aluna, professora, aprendiz, enfermeira. O que importa é ela ficar bem! 

Até a próxima postagem! 
Abraços,

Adriana Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário