Anúncios

24 de outubro de 2017

De Mãe para Mãe...De Mulher para Mulher...


Você já parou pra pensar do que realmente sua filha precisa? Ou do que você realmente precisa?

Você não precisa de um falso emponderamento pra se impor à sociedade. 
O que precisa é achar e sentir o que diz de si mesma sem se importar de fato com os outros e fazer por si.

Eu sendo mãe, mesmo sem saber o que a minha filha seria sempre incentivei ela ter auto estima e nem percebia que fazia a coisa certa. Nunca enfatizei defeitos, sempre rimos das coisas erradas que fazemos. Aprendi a tirar sarro de mim mesma, e ela percebeu que isso é uma maneira de dizer que não faz nenhuma diferença, e que podemos ser feliz mesmo quando as coisas dão errado, quando não somos aquela perfeição que o mundo lá fora tenta nos forçar a entender.

O que nossas filhas precisam é de amor. Oque elas precisam de si para si mesmas é amor.
Não elogio a minha filha como forma de compensar a sua baixa estatura ou a sua deficiência física. Elogio porque de fato para mim ela é linda, e ela se acha linda! Ela é linda no jeito, na forma que encara a vida, na forma que olha, que canta, que sorri.

Eu sei que o mundo é cruel com nós. Independente de Síndrome de Turner.
Eu sei que não é fácil e que não tiramos tudo de letra.
Mas independente do que o mundo pense, fale, ache e olhe, não somos apenas aparência física. Somos tantas coisas que nem imaginamos e se aparência fosse tudo, essas pessoas por aí que se acham mais do que todo mundo por se acharem perfeitos e lindos, não teriam fim. Não fariam as mesmas coisas que nós e falam que não fazem. 

Eu sei que a auto estima é uma coisa muito complexa. Eu sei que se ela não está legal nada está bem... Nada funciona, nada anda e nem faz sentido.
Mas se esquecermos as neuras, as vozes interiores, as pessoas que falam tanta coisa sem nos conhecer, sem saber nossas dificuldades, nossas lutas, nossas outras qualidades, eu garanto que todas essas minhocas da cabeça podem não sumir, mas diminuem bastante...

Para você que é Mãe de uma Mulher Turner ou é uma Mulher Turner: O empoderamento só é possível se aquilo que ela fala de si mesmo e tenta mostrar ao mundo é aquilo que realmente sente. Senão será uma ilusão, uma mentira.
O que importa de verdade é ser feliz mesmo que todas as coisas conspirem contra e fazer das negativas da vida uma oportunidade pra pegar outro caminho. Isso pode mudar o destino, pode mudar a forma com que leva a vida. Passamos tanto tempo preocupadas com a forma que os outros nos veem que não olhamos de fato para nós mesmas. O que realmente importa? É a opinião dos outros? Oras! Essas pessoas jamais estarão com você 24 horas! 

Então... Importe-se consigo mesma. Você é sua melhor companhia se fazendo bem. Os outros serão consequência, sorte deles por saberão o quão valiosa és.

Um beijo com carinho,

Adriana e Jaqueline


Nenhum comentário:

Postar um comentário